Facebook

Dia Internacional do Trabalho


Dia Internacional do Trabalho

“Cada um de nós tem o seu lugar indicado no GRANDE CONCÊRTO DAS ATIVIDADES HUMANAS”

Primeiro de Maio – Dia Mundial do Trabalho

Nossa homenagem será a todos os trabalhadores, especialmente, a nossos prezados catadores de reciclagem de nossas ruas, transformando o lixo em arte que representa dinheiro, ouro, para seus sustentos.

Aos nossos prezados lixeiros, que todos os dias percorrem as ruas de Itararé em todos os sentidos, até altas horas da noite. Debaixo de sol ardente, de chuva, frio e sereno, lá estão eles, pendurados no Caminhão do Lixo, cumprindo sua árdua porém, digna missão.

A poesia abaixo, sobre o trabalho, compara a beleza da pena do escritor à beleza da pena da vassoura nas mãos do lixeiro, que escreve humildemente com ela “o poema da limpeza em cada página de nossas ruas”.

Pedimos aqui, aos motoristas de carros, ônibus, motos, que respeitem esses dignos trabalhadores que fazem parte do trânsito em nossas ruas, lutando pela sobrevivência como todos, auxiliando-os, se possível.

Nosso profundo reconhecimento a vocês, que engrandecem com seus humildes trabalhos, esta nossa terra querida.

Faço deste poema, a homenagem de Itararé a esses heróis de nossas ruas.

O TRABALHO

(Dulce WHITAKER TINOCO CABRAL – Transcrito de FANAL – Ribeirão Preto – ano 1991)

Nasceu o homem para trabalhar

Como a ave para voar.

 

Mesmo antes do pecado,

Na pureza original,

O homem não vivia acomodado.

Sem o suor do rosto

E o peso da fadiga,

Andava a trabalhar, sempre disposto,

Transformando em jardim a terra amiga.

 

O trabalho em qualquer nível,

Seja ele qual for,

Não é nunca desprezível

Aos olhos do Senhor.

 

Como é formosa a pena do escritor,

que sacrifica as horas de lazer,

e confia ao papel serenamente

as lições do saber!

 

Não tem menor beleza

A pena da vassoura

Nas mãos do faxineiro

Que luta, sofre e sua,

E escreve, humilde, o poema da limpeza

Em cada página de rua!...

Profª Tere



Data: 10/05/2017